adventistas.ws    Washington -   Ennis Meier          

Nosso e-mail é ennismeier@gmail.com  
Respondemos individualmente os e-mails, e só publicamos os que forem de interesse geral.








 

A Religião algum dia vai desaparecer ?
http://www.bbc.com/future/story/20141219-will-religion-ever-disappear

Diante da crise de fé no mundo, a BBC indaga ?
Não lhes ocorre que "religião" é uma indústria como outra qualquer, em que no primeiro plano está o dinheiro.  ---- A igreja Adventista está longe de ser uma exceção !
Enquanto houver mundo, e ambição pelo dinheiro, sempre haverá religião.

O Navegador Google Crome faz a tradução automaticamente, se você não tiver facilidade de ler no inglês.

 


 

LEI MUNICIPAL EM TELAVIV:  Edifícios que tem só um elevador, aos sábados deve ser programado para parar em todos os andares.
Quando o prédio tem mais que um elevador, um deles é programado para os sábados parar em todos os andares.

Gostaria saber se os judeus em paises de inverno rigoroso, não esquentam a comida aos sábados e também não aquecem as suas casas ?
Normalmente, no começo do inverno uma casa enche seu tanque de óleo combustivel que mantem a casa aquecida durante todo o inverno.

     
   
       Amarás o sábado sobre todas as coisas ?
Absolutamente, somos a favor do 4
º Mandamento, dentro dos termos estabelecidos por Jesus: "O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado".
A forma com que o judeu ortodoxo guarda o sábado, é exemplificado com o fato da cidade de Telavive, em Israel, ter uma Lei Municipal, em que obriga aos elevadores dos prédios terem uma alternativa para ser usada aos sábados, em que o elevador para em todos os andares do edifício.
O judeu ortodoxo acha que o pecado é apertar o botão do elevador, mas pode usá-lo desde que o elevador pare em todos os andares !!!
O argumento de que o adventista não guarda o sábado, porque esquenta a sua comida aos sábaos, não leva em consideração a dificuldade em acender fogo no deserto, e o que significa o fogão já ter uma chama piloto sempre aceza, não representando qualquer trabalho. (ou um palito de fósforo)

Ellen White ao escrever:

"
Santificar o sábado ao Senhor importa em salvação eterna." 
--- Testemunhos Seletos, v. 3, p. 23
supervalorizou o sábado, e ainda a sua visão em que diz ter visto os Mandamentos, em que o sábado tinha uma luz que o destacava sobre todos os demais, não passou de uma artimanha para ofuscar as palavras de Jesus: "Amarás a Deus sobre todas as coisas."

A Igreja Adventista ao adotar a doutrina da Trindade, perdeu a sua identidade de religião MONOTEISTA.






O que  fazia a grande diferença entre os egipcios e os filhos de Jacó era apenas crer no único Deus.
Hoje, a diferença entre os Adventistas e o protestantismo apóstata se resume no sábado ?
 



R.F.Cottrell  - Advent Review, 6 de Julho de 1869.   
RF Cottrell era redator da Revista Adventista e quem escrevia a Lição da Escola Sabatina.
http://www.alvorada.us/revista30.htm

 


 

Os egipcios criam numa Trindade e num panteão de deuses.

Exceto nomes, hoje protestantes e católicos tem suas crenças baseadas na crença dos povos antigos, POLITEISMO !

Embora os gregos tivessem menos influência na formação cultural e religiosa do povo judeu, também criam numa trindade !

Não há na arqueologia do povo judeu, qualquer símbolo, ou estatueta que lembre o Deus de Jacó.

A ênfase do Deus dos flhos de Jacó, foi estabelecida logo no início com o Primeiro Mandamento da Lei de Deus, dado no Monte Sinai em pedras escritas pelo dedo de Deus.
 (Êxodo 20: 1 a 3)
 "Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirou da terra do Egito, da terra da servidão. Não terás outros deuses diante de mim."
                                            

Hoje, a única diferença entre os Adventistas e as demais religiões protestantes é o sábado !  --- adoram o mesmo deus Trindade.
o que tornavam diferentes os filhos de Jacó dos egipcios, era a crença num só Deus: O Deus de Abraão e do seu pai Jacó. --- Como escravos, não consta que guardassem o sábado.

Os Egipcios criam num panteão de deuses, em que se destacava uma Trindade.


PERGUNTA-SE: Hoje, o Sábado tem valor suficiente para justificar a diferença entre a religião verdadeira e a religião pagã ? --- O que Jesus disse sobre o sábado, colocando-o abaixo do valor do próprio homem ?

Náo estamos diminuindo a importância do sábado, mas lembrando aos Adventistas que esqueceram o que disse Jesus:   "Amarás a Deus sobre todas as coisas" ?






 
          As 'costas largas' da palavra CONTEXTO.
A maioria das vezes que a palavra CONTEXTO é empregada na Igreja Adventista, é para CONFUNDIR as pessoas !
A palavra CONTEXTO pode ser definida de várias maneiras, porém na sua forma mais direta, quer dizer de coisas subjetivas que estão ligadas ao que está no texto escrito.--- na realidade, CONCLUSÕES que podem variar de leitor para leitor.

Porém, não raras vezes a palavra é usada para dizer o OPOSTO do Texto.

Antigamente os Adventistas admitiam haver erros na Bíblia, e que esses erros podiam ser identificados, comparando-se com outras partes da Bíblia, sempre em muito maior número.

O hebráico e grego antigos, a começar por Dicionários de 10 mil palavras, em linguas que se não são faladas há milênios, carecem de pontuação, parágrafos e são escritos em sentido inverso, para serem trduzidas para linguas que tem mais de 200,000 palavras. (sem falar nos 2 ou 4 mil anos que nos separam do escritor)

Quem tiver a oportunidade de Ler a carta de Pero Vaz de Caminha ao Rei de Portugal, de apenas 5 séculos, poderá entender as dificuldades de um tradutor da Bíblia.


Quando aparece um pastor Adventista, querendo provar o POLITEISMO com um texto como, "façamos o homem a nossa imagem", podem ter uma idéia do valor dessa prova, diante do que acabamos de expor.
Os INTERLINEARES, que mais fielmente apresentam o que se encontram nos ditos "originais", (que não são originais) encontramos um grande número de texto sem sentido lógico.
Porém, as traduções bíblicas, quer seja a de Jerusalém, ou Ferreira de Almeida, sempre trazem frazes acabadas e com sentido.  ---  Isso sem falar na escolha dos originais que concordem com o pensamento da comunidade evangélica, sempre visando a aceitação e comercialização da obra impressa.

A mesma reserva que somos obrigados a ter com a Bíblia, não se pode ter com os escritos de Ellen White, encontrados numa lingua conhecida e falada por quase um bilhão de pessoas, e muitos escritos já do século que XX que acabou de passar.

Não há que se falar em "contexto" para explicar erros de Ellen White !

Os primeiros escrito de Ellen White, mostram uma redação e gramática de quem não frequentou escola, e mais tarde trazem o estilo de "assistentes gramaticais" que sempre moderaram o que a profetisa pretendia escrever.

Se na Bíblia, há oportunidade para se provar o que bem quizerem, pelas dificuldades inerentes a um livro com 4 mil anos, o mesmo não se pode dizer com relação aos livros de Ellen White.

O que se verifica nos livros de Ellen White é que a autora mudava de idéia, e especialmente na fase final da sua vida.

 

 

 


 

A administração Adventista não honra a memória de seus Pioneiros e expurga os que seguem a doutrina original da igreja !


ADVENTISTA  --- Igreja das contradições doutrinárias:

1894 por votação de 1521 de seus líderes em Assembléia, aprovam a doutrina da igreja Adventista.
1913 um simples diretor de publicações (F.M.Wilcox) na Revista Adventista, introduz a Trindade na doutrina.
1931 quatro administradores em Takoma Park introduzem a Trindade no YearBook. (livro Oficial da igreja)
1980 num esteliionato eclesiástico, NEAL WILSON introduz oficialmente a Trindade na igreja, por votação em Assembléia da Conferência Geral.

Hoje milhares já foram excluidos da igreja por crerem na mesma doutrina origial de 1894, quando chamavam na Revista Adventista, Trindade como "DOUTRINA DE DEMÔNIOS" !!!

 

 

Quando se fala em "Pioneiros Adventistas" há que se separar um grupo que não passavam de 'orfãos mileritas', que apenas se reuniam para chorar as suas mágoas e o fracasso do movimento.

Vinte anos depois de 1844 James White ainda escreveu um livro para justificar o erro de William Miller. (Guilherme)

O grupo não tinha coloração doutrinárias e reunia gente vinda de várias igrejas.

Ellen Harmon (mais tarde, White) chamava a atenção pelos seus "chiliques" que aconteciam sempre em público, outros falavam "linguas estranhas" e nas reuniões havia até seções de adivinhação de pecados acultos.

A Igreja Adventista só tomou forma em 1894, sem a interferência de Ellen White que se encontrava na Austrália naquela ocasião.

Lá se estabeleceu por primeira vez a Doutrina Adventista tendo o abono de 1521 assinaturas dos representantes mais expressivos da organização adventista, que por essas alturas contava com 37.404 seguidores.


 

"Movement of Destiny" de LeRoy E. Froom, escreve:
Pg.342
"Um grupo mais representativo não poderia ser encontrado em 1894.
Esses homens eram os líderes e porta-vozes que nós indicamos e representavam o adventismo na sua forma mais ampla e verdadeira.
Eles eram os 1521 que Henry Nicola como ministro assinou primeiro, seguindo-se os nomes que enchiam 5 páginas (31 parágrafos) logo a seguir de "Algumas coisas que os Adventistas acreditam" (aprovando as Doutrinas da Igreja naquela assembléia)
Eles eram a voz mais autorizada do adventismo.

(9) Esta foi uma declaração que marcou época. - a mais representativa; compreensiva e autorizada Declaração das Crenças Fundamentais na história até aquele tempo."  


As doutrinas Adventistas foram transcritas num pequeno livreto, que ao final constavam reproduzidas as 1521 assinaturas dos membros que homologaram a doutrina Adventista.

Só então a Igreja Adventista criou alma e se tornou verdadeiramente uma igreja.
Não obstante, mal sobreviveu a virada do século XX e o adventismo se tornou decadente.
Em 1931 a doutrina que vinha sendo publicada nos Year Books até 1914 foi esquecida, dando lugar a uma nova redação TRINITARIANA, com o abono de apenas 4 administradores, esquecento toda tradição da Igreja.

A grande conquista da igreja que se formava, não era o sábado, guardado mais de 100 anos antes pelos Batistas do Sétimo-Dia.

A grande conquista foi adorar o Deus único dos Patriarcas da Bíblia. e do povo judeu.

A outra grande conquista foi a validade dos 10 Mandamentos, relegada ao esquecimento pelo protestantismo apóstata.

Ennis Meier teve em suas mãos um desse livretos originais, da Igreja de Battle Creek, e nos próximos dias vamos publicar a Primeira Doutrina Adventista, que foi homologada naquela ocasião.



 

Ellen White como uma alcoólatra: (ela mesma abaixo descreve o estado lastimável a que chegou. Embora ela não especifique a época dos fatos, é fácil concluir que ocorreu nos primeiros anos da sua carreira de profetisa)


"Houve um tempo em que me achei em alguns aspectos, em situação semelhante à vossa. Condescendera com o desejo de usar vinagre. Resolvi, porém, com o auxílio de Deus vencer isto. Combati a tentação, resolvida a não ser dominada por esse hábito. 

Estive muito doente por várias semanas; mas dizia repetidamente: O Senhor sabe tudo a esse respeito. Se eu morrer, morrerei; mas não cederei a esse desejo. A luta continuou, e fui duramente afligida por muitas semanas. Todos pensavam que me era impossível viver. Podeis estar certos de que buscamos mui fervorosamente ao Senhor. Foram feitas as mais fervorosas orações por meu restabelecimento. Continuei a resistir ao desejo de usar vinagre, e venci afinal. Agora não tenho inclinação para provar qualquer coisa dessa espécie. Esta experiência me tem sido, por muitas maneiras, de grande valor. Obtive inteira vitória." ---
Conselhos Sobre Regime Alimentar  pg.485 



NOTA:  Antigamente o vinagre era feito em base alcoolica. Hoje, para sair fora dos impostos que recaem sobre bebidas alcoolicas, o vinagre tem base em ácido acético, que não embriaga ou vicia.

A visão em que Ellen White viu o diabo ao lado do trono de Deus em 1844, é tipicamente um delírio etílico.
A descrição da visão é tròpega e desconexa como sendo narrada por um bêbedo.
"Primeiros Escritos" Pg. 55 e 56

http://www.ellenwhitebooks.com/

Constatar que a cena fatasmagórica da visão se deu quando Jesus entrou no santíssimo, portanto segundo ela mesma, em 1844.
Ora, Jesus foi tentado por satanás aqui na terra 18 séculos antes !!!

Ellen White foi criticada por esse paradoxo, e ela debochou de quem creu nela, insinuando tratar-se de uma parábola, e justificou no Apocalipse, quando João viu o diabo ser expulso do céu e 'como um raio ser lançado na Terra'. --- Ocorre que o fato descrito pelo Apóstolo João era uma figura de linguagem de um fato verdadeiro, e o descrito por Ellen White tratava-se de um fato falso !


 

O White Estate e toda a organização Adventista está jubilosa pelo fato de uma publicação do "Smithsonian Institution" ter posto Ellen White entre os 100 mais influentes americanos de todos os tempos !!!

Entre os 100 mais amados e odiados, aparecem:

Ellen White, Sarah Palin, Michael Jackson, Muhammad Ali, George W. Bush, etc.

O Presidente Barack Obama deve estar morrendo de inveja de Ellen White, por ele não estar na lista dos 100 mais !!!

Na lista dos 100 mais do Brasil, estaria o Pelé, Chacrinha, diretores da Petrobrás, e etc.

 



 

Ellen White não é resposável pelo sonho, ou pelo que disse no sonho, mas por tudo o que escreveu depois que acordou !
Como Ellen White poderia ter entendido ser uma "mensagem do Senhor", se não foi o Senhor que lhe apareceu no sonho ???
  É igualmente pecado  consultar mortos, ou aceitar e seguir o conselho dos mortos !

O rei Saul foi procurar uma quiromante que se comunicava com os mortos.
O diabo procurou e ofereceu a Ellen White a oportunidade de se comunicar com o marido morto e ela aceitou o oferecimento, e seguiu os conselhos do morto. --- qual a diferença ???

Mais uma vez Ellen White tentou justificar o seu erro, como se a mensagem fosse de Deus, quando o morto era o único interlocutor em cena.

Ao acordar Ellen White estava convencida que "tudo era muito real" !

O ex-diretor do Centro White, Alberto R. Timm, em e-mail ao Robson Ramos, explicou que o Senhor quiz consolar Ellen White com o sonho !!!

O que aconteceu com o reinado do rei Saul ?

Resta perguntar, qual a diferença entre "um sonho tão real" e uma visão ???


O Sonho "Diabólico" de Ellen G. White (Leia os links abaixo)
http://www.adventistas.com/setembro2001/sonho_diabolico_egw.htm

http://www.adventistas.com/setembro2001/traducao_sonho_egw.htm


O Apóstolo Pedro, andando ao lado de Jesus foi repreendido: "arreda-te satanás"  !!!   --- Isso nos leva a crer que Ellen White também era assediada por satanás e não reconhecia quando isso acontecia !
 




 

     
            

Clique na imagem
Não é necessário 10, 20 ou 50 provas que Ellen White foi uma profetisa falsa.

Basta essa carta dos arquivos oficiais do White Estate, em que a profetisa alega ao Comandante Bates ter tido uma visão confirmando a sua "teoria" da PORTA FECHADA.
A visão e pregação por mais de 5 anos, que a 'Porta da Graça' havia fechada em 1844, comprovadas por essa carta, é o segundo enterro de Ellen White !!!





"
Nestas cartas que eu escrevo e nos testemunhos, eu sustento: Eu estou lhe apresentando o que o Senhor me apresentou.  Eu não escrevo um artigo no jornal (revista) expressando meramente as minhas próprias idéias. É o que Deus me revelou em visão. --- os preciosos raios de luz vindos do trono de Deus."
Testimonies 5 p. 67.

"You might say that this communication was only a letter. Yes, it was a letter, but prompted by the Spirit of God, to bring before your minds things that had been shown me. In these letters which I write, in the testimonies I bear, I am presenting to you that which the Lord has presented to me. I do not write one article in the paper expressing merely my own ideas. They are what God has opened before me in vision--the precious rays of light shining from the throne." --- Testimonies 5 Pg 67 

http://www.ellenwhitebooks.com/ (Versão em português suprimida)



 
A INFALIBILIDADE PAPAL DE ELLEN WHITE
Ao afirmar que não escrevia uma linha que não fosse inspiração de Deus, (incluindo suas cartas) Ellen White veste uma saia justa !  -- Os pastores logo apresentam alguma declaração em que ela admite cometer erros, porém jamais tem a coragem de apontar alguns desses erros e a defendem nas situações mais esdrúxulas imagináveis.  --- Nunca dizem: Aqui Ellen White errou; nem mesmo quando ela aconselhou deixar os filhos "pelo menos 3 dias sem comer" !!!
 

P
ara entender Ellen White é preciso conhecer uma faceta da sua personalidade, e saber como ela reagia diante da crítica.

Criticar os seus "Testemunhos para a Igreja", era logo acusado de Coré, Datão e Abirão, mas bem que ela aprendia a lição e pouco adiante ela dizia   ao contrário, e retificava o seu erro.

Hoje, quando se apresenta algum disparate que Ellen White tenha escrito, logo aparece alguém em defesa da profetisa, mostrando uma afirmação contrária.


A instalidade nas suas posições e tendência ao FANATISMO, podem se verificar em todas as áreas.

Ellen White jamais assume posições equilibradas, dizendo: - Tenha cautela, não exagere nisso ou naqulilo. --- seus conselhos são sempre radicais, como comer ovos, alegando que as orações não passariam do telhado da casa !!! (que mais tarde afirmou ao contrário)

Para Ellen White, o cristão deve andar de cabeça baixa e sempre olhando para o chão, preocupado com o Juizo Investigativo.


 

"Santificar o sábado ao Senhor importa em salvação
eterna"
--- Testemunhos Seletos, v. 3, p. 23

Isto é salvação pelas obras; salvação vem exclusivamente por Jesus !




                     

Ellen White e seu ensino falso confundiu os Adventistas que pregavam:  -  Somos salvos pela graça, mediante as obras ! 

(Os adventistas criticavam os protestantes que diziam, que somos salvos unicamente pela graça)
É claro, quem está salvo pela graça de Cristo, OBEDECE !


 
   
                                  
Os Adventistas são obrigados a engolir uma profetisa que ensina que o sangue de Jesus não cancela pecados !
É mentira que Deus lança os nossos pecados no fundo do mar e são apagados.
Os justos vão ser aprovados (salvos) por suas obras.
Jesus é um advogado irresponsável que não comparece no dia do Juizo.
A redenção do homem não terminou na cruz.


Ninguém pode ter a certeza da salvação.
"Those who accept the Savior, however sincere their conversion, should never be taught to say or feel that they are saved. This is misleading…Those who accept Christ, and in their first confidence say, I am saved, are in danger of trusting to themselves. They lose sight of their own weakness and their constant need of divine strength" (Christ’s Object Lessons p. 155).

"Aqueles que aceitam o Salvador, conquanto sincera sua conversão, nunca devem ser ensinados a dizer ou sentir que estão a salvo. Isso é enganoso ... Aqueles que aceitam a Cristo, e em sua primeira confiança   dizer, eu estou salvo, estão em perigo de confiar para si mesmos. Eles perdem de vista a sua própria fraqueza e sua constante necessidade de força divina "


Ellen White primeiro semea a dúvida e depois dá uma concertada !

COMO ELA DEVERIA TER ESCRITO: - Você sempre deve confiar em Jesus e ter a certeza na salvação que ele garante, mas nunca esquecendo que a sua fortaleza deve estar em Jesus.



 
  "O Grande Conflito Pg 425"
http://www.ellenwhitebooks.com/



 
 
"Os que estiverem vivendo sobre a Terra quando a intercessão de Cristo cessar no santuário celestial, deverão, sem mediador estar de pé na presença do Deus santo. Suas vestes devem estar imaculadas, o caráter liberto do pecado, pelo sangue da aspersão. Mediante a graça de Deus e seu próprio esforço diligente, devem ser eles vencedores na batalha contra o mal. Enquanto o juizo investigativo prosseguir no Céu equanto os pecados dos crentes arrependidos estão sendo removidos do santuário, deve haver uma obra especial de purificação, ou de afastamentodo pecado, entre o povo de Deus na Terra. Esta obra é mais claramente apresentadas nas mensagens do capítulo 14 de Apocalipse." --- O Grande Conflito Pg. 425



 

Patriarcas e Profetas, pg 357 
http://www.ellenwhitebooks.com/

                           
 
" O sangue de Cristo, ao mesmo tempo que livraria da condenação da lei o pecador arrependido, não cancelaria o pecado; este ficaria registrado no santuário até à expiação final, assim, no cerimonial típico, o sangue da oferta pelo pecado removia do penitente o pecado, mas este permanecia no santuário até o dia da expiação."  --- Patriarcas e Profetas Pg. 357

Os Pioneiros Adventistas, tiveram méritos no restabelecimento de algumas verdades bíblicas, como a validade dos 10 Mandamentos.

A profetisa Ellen White veio para elevar o sábado acima de todos os mandamentos, quando Jesus disse que o homem era mais importante que o sábado.
O mandamento mais importante, como disse Jesus: "Amar a Deus sobre todas as coisas".
Ellen White diminue o papel de Jesus no plano da Salvação, afirmando que o sangue de Jesus não apaga os pecados.

Ellen White, idolatrava o pregador William Miller, (Guilherme) chegando a blasfemar, afirmando que ele foi enganado por Deus !!!

Esse desprezo pelo Rei do Universo chegou ao nível mais alto em 1980 quando a Igreja Adventista negou a SOBERANIA de Deus no Universo, adotando uma Trindade imaginada pelo teólogo Católico, Tertuliano que viveu no século terceiro.

Onde ficam mais de 10 textos, em que Deus promete não lembrar dos nossos pecados e os atiraria no fundo do mar ???


Ellen White afirma que nossos pecados serão lembrados no dia do Juizo e Jesus não vai comparecer como nosso advogado.  --- Ao contrário, Jesus disse que o justo não entra em Juizo, e Jesus disse: - "Estarei convosco até a consumação dos séculos".







"Se Ellen White nunca tivesse existido, as 28 Doutrinas Adventistas seriam exatamente as mesmas ... "

 
(mesmo sem a doutrina número 18 que menciona NOMINALMENTE Ellen White ???)
 
                                                               
Bullón com essa expressão inocente, desafia o mais sofisticado detector de mentiras, jamais inventado !   (minuto 2:00)

                                   

Clique:

http://www.youtube.com/watch?v=VyTkcuZ1t30&feature=player_detailpage 
(minuto 2:00)
 

Alejandro Bullón, era o Ministerial da Divisão até faz poucos anos !
A questão não se limita as 28 Doutrinas, onde a doutrina Nº18 aparece Ellen White NOMINALMENTE.
Há 4 textos em que Ellen White defende as "ofertas pelo pecado" contrariando frontalmente o Novo Testamento. (introduz na igreja uma doutrina Católica)
Durante muito tempo, Ellen White comeu e aconselhou comer a carne de porco, em "Testemunhos para a Igreja".
Ellen White desfigura a morte de Cristo, como um "teatrinho" que aconteceu só aqui nessa terra.
O Juizo Investigativo dos justos, contradiz o que Jesus afirmou.
Há mais de 100 tópicos de discordância entre a Bíblia e os escritos da Ellen G. White  !!!

 
 

 

Arthur L. White, neto de Ellen White justifica a mentira da profetisa, alegando que Deus não revelou toda a verdade !
Reedita a blasfêmia da explicação do engano nos cálculos da vinda de Cristo em 1944, em que "Deus teria encoberto um erro com sua mão" !!!

 

http://www.whiteestate.org/issues/shut-alw.html  (em inglês)    --- (O navegador Googlecrome tem a opção da tradução automática)

Num livro de 69 páginas Arthur L. White tenta explicar a visão enganosa de Ellen White.
Começa diminuindo a importância do engano, dizendo tratar-se da forma de se expressar !

Adiante escreve:
"An abrupt, full revelation of all truth, would in many cases throw the people clear off the track. God must lead His people along gently, firmly, carefully, as they are able to study and contemplate the meaning of what they have studied "

" Uma abrupta revelação de toda a verdade, em muitos casos poderia desviar o povo fora do caminho da verdade. Deus guia seu povo suavemente, firme, e cuidadosamente. Da forma como são capazes de aprender e contemplar o significado do que eles aprenderam"

Só faltou dizer que Deus primeiro enganou, para só mais tarde revelar a verdade !

(Ennis Meier ouviu pregar Arthur White no CAB lá pelo ano 1950)


 

 

Depois de todo mal que Ellen White ocasionou, INVENTANDO uma visão, ela ainda reivindica os louros de uma suposta revelação ! 
... é muito cinismo !!!
(clip do primeiro parágrafo do texto abaixo)
"Foi a luz a mim concedida por Deus que corrigiu nosso erro, e habilitou-nos a ver a verdadeira atitude."

Depois de uma VISÂO FALSA, e mais de cinco anos de uma pregação mentirosa, Ellen White ainda pretende levar os louros e trofeus !!!
Se jacta ser a única portavoz do céu que corrigiu o estrago que ela mesma fez, levando centenas ao desespero de se acharem eternamente perdidos !


A falta de modéstia, honradez e escrúpulo da rapariga, Ellen Harmon (White) são INACREDITÁVEIS  !!!





 
Basta você ler essa página de "MESAGENS ESCOLHIDAS",  e a carta de Ellen White ao Comandante Bates, para  concluir com segurança, que ELLEN G. WHITE era mentirosa e não era profeta de Deus.

A Carta:

http://www.adventistas.ws/cartaporta.htm       (documento Oficial do White Estate)
 

Cópia da página http://www.ellenwhitebooks.com/ selecione Mensagens Escolhidas/ pg 63

                       

 

Comentando o texto acima:
Ellen White tenta generalizar a responsabilidade da falsa doutrina, de que a Porta da Graça tinha sido fechada em 1844. (Porta Fechada)
Ao contrário, ninguém acreditava naquela doutrina, e foi ela quem veio com a notícia de ter tido uma visão !

Na carta ao Comandante Bates, ela alega ter tido uma visão que veio confirmar a sua pregação da Porta Fechada.

Em "Mensagens Escolhidas", texto visto acima, Ellen White inverte a coisa, e diz que a visão foi para corrigir o erro no qual todos estavam crendo. ---   "juntamente com o corpo" !!!

O que era uma Visão, Ellen White mais tarde rebaixou para uma "teoria", que significa apenas uma hipótese.

Depois, ainda tenta justificar seu erro, escondendo-se atrás de exemplos bíblicos.

Pela carta ao Comandante Bates, ela "martelava" numa pregação que ninguém cria nela, e nem o marido James (Tiago) White !!!

Além de se contradizer, as visões não poderiam ser de Deus, pois felizmente a graça ainda é plena e ao alcance de todo o pecador, mais de 150 anos depois.

Nessa mesma visão, que ocorreu numa das reuniões do pregador Israel Damon, (confirmado pela carta ao Cmte. Bates) num incidente policial em que o pregador foi preso, julgado e condenado, Testemunhos em Juizo descreveram que a jovem Ellen Harmon, recostada num travesseiro no colo do seu namorado James White, interrompia a visão para descrever às pessoas à sua volta, o que ela estava vendo. (uma prova que se tratava de uma simulação)

O relato na carta ao Comandante Bates, em que ela e outros caiam no chão, evocam religiões neo-pentecostais, que temos por certo serem POSSEÇÕES DEMONIACAS !


 



Caso semelhante, é a visão em que Ellen White viu o diabo ao lado do trono de Deus em 1844, exemplificando outro caso em que a falsidade da visão é evidente. (vamos tratar dessa visão mais adiante)
Ellen White relatou a sua esdrúxula visão no seu jornaleco que vendia nas igrejas, e quando veio a crítica, ela debochou dos que tinham crido nela, e tentou sair do ridículo, como se tivesse usado 'figuras de linguagem' !!!
Deu como exemplo o Apóstolo João, quando descreve no Apocalipse ter visto o diabo cair do céu, como uma ráio. --- No caso do Apocalipse, trata-se realmente de uma figura de linguagem.

A visão de Ellen White foi um disparate, pois o Apóstolo João, há 2 mil anos viu satanás sendo expulso do céu, e foi confirmado estar nessa terra em vários incidentes da vida de Jesus. --- Portanto, tratava-se de uma visão mentirosa.
 

 



 

Ellen White, confusa, esquecida, mentirosa, delirante, ou como quizerem, porém nunca uma profetisa da parte de Deus !
             A Porta da graça, fechada em 1844:

 
"Meu anjo acompanhante me convidou a buscar ver o trabalho pelas almas dos pecadores, como antes existia. Olhei, mas não pude vê-lo, porque o tempo da salvação deles havia passado." Present Truth, Ago., 1849.


"Mas o pecador, a quem Jesus havia estendido seus braços todo o dia, e que havia desprezado a oferta da salvação, ficou sem advogado quando Jesus saiu do Lugar Santo e fechou essa porta em 1844." Present Truth, maio, 1850.


“Era tão impossível para eles alcançar o caminho novamente e seguir para a cidade, como também para todo o mundo ímpio que Deus havia rejeitado. Logo ouvimos a voz de Deus como muitas águas..." Primeiros Escritos, & Word for the Little Flock).


Nota: Note que segundo Ellen White, em 1844, Cristo teria saído do Lugar Santo e fechado a porta da graça, não havendo mais possibilidade de salvação para o pecador, pois o tempo de salvação deles havia passado. Já no texto abaixo, Ellen White nega ter escrito o que escreveu nos textos acima:


 “Nunca declarei nem escrevi que o mundo estava condenado ou perdido. Nunca, sob quaisquer circunstâncias, empreguei esta linguagem com ninguém, embora pecador. Tenho tido sempre mensagens de reprovação para aqueles que usavam essas ásperas expressões.” Carta 2, 1874. – Mensagens Escolhidas, Vol. I, pág. 74.


Veja no texto abaixo que segundo a própria Ellen White, Deus lhe deu duas visões confirmando a doutrina da porta fechada, fato este que segundo ela mesmo relata, levou o “irmão Stowel” a crer na doutrina da porta fechada:


 “Vi que o irmão Stowell, de Paris, vacilava sobre a questão da porta fechada....Deus me deu duas visões enquanto estive ali, para grande consolo e fortaleza dos irmãos e irmãs. O Irmão Stowell foi firmado na doutrina da porta fechada e em toda a verdade presente de que havia duvidado." Ibid., p. 93.
O mais incrível é que ao passar do tempo, não tendo mais como sustentar a doutrina da porta fechada, em vez de ser humilde e admitir o erro, Ellen White novamente desmente o que escreveu, negando que tenha tido qualquer visão sobre a porta fechada.


Veja que apesar de Ellen White admitir ter crido na doutrina da porta fechada, nega ter tido qualquer visão sobre essa doutrina:


"Durante algum tempo após o desapontamento de 1844 eu de fato mantive, em comum com o corpo de adventistas, que a porta da misericórdia fora então para sempre fechada para o mundo. Esta posição foi assumida antes de minha primeira visão ter-me sido dada. Foi a luz concedida a mim por Deus que havia corrigido o nosso erro, e nos capacitou a ver a verdadeira posição." Ellen G. White, Mensagens Escolhidas, Vol. 1, p. 63.
 
Veja que após quase uma década de pregação, Ellen White rebaixou a sua "visão da porta fechada" para uma simples "teoria", e mudou o seu significado.
 
"Eu continuo acreditando na teoria da porta fechada, mas não no sentido que nós empregamos o termo inicialmente, ... "EGW  SM 1 Pg 63     
 

Ora, mas segundo a própria Ellen White, não teria sido Deus quem lhe deu duas visões confirmando a doutrina da porta fechada? Como que agora tudo não passa de uma simples teoria? Muito estranho isso!  
 




 

 
Para você meditar: 
          APOCALIPSE 10 "LIVRINHO" (diminutivo de Bíblia) - Doce na boca e amargo no ventre !

Há cerca de 100 anos a Igreja Adventista trocou a Bíblia, (que significa Livros) pelos livros de Ellen G. White.

As casas publicadoras Adventistas no mundo todo, quase que exclusivamente só imprimem os livros de Ellen White. Isto é, não imprimem a Bíblia !    ---- Exceção dos Estados Unidos, que imprimem a bíblia falsa, THE CLEAR WORD, onde no texto há enxertos de Ellen White.  

***  Chegando a conclusão que Ellen White é uma profetisa FALSA, qual a sua interpretação de APOCALIPSE 10 ?

*** Como você se sente ao ter sido enganado com os Livros do "Espírito de Profecia" ?



Nota: A gigantesca "Review and Hearal Publishiiing" FECHOU !!!   (que Ennis Meier já esteve lá em frente, em Hagerstown, Maryland, mas não visitou internamente)   Porém, a Bíblia FALSA "THE CLEAR WORD" deve continuar sendo impressa em algum outro lugar.
  
 


Veja em Links neste bloco, a tentativa da administração Adventista para explicar o fiasco.
Desconfie quando para explicar 2 palavras, precisam de 100 páginas !
Não interessa o que A, B ou C pensavam. Quem está em julgamento é Ellen White, e não os pensadores de uma época.

Entendendo a expressâo  "PORTA FECHADA" usada na carta de Ellen White. (carta dos arquivos oficiais do White Estate. --- Link logo abaixo)

Arthur White, neto da profetisa e que foi diretor do White Estate, explica que "o significado para Ellen White mudou com o tempo." (Livreto de sua autoria encontrado no Centro White/Brasil)

DE FATO, O SIGNIFICADO DE "PORTA FECHA" MUDOU PARA ELLEN WHITE !  --- ao longo de 5 anos Ellen White pregou que a Porta da Graça havia fechado em 1844. 
Podem ver na carta abaixo, que muitos não criam, e até o marido Tiago não concordava com a teimosia da sua mulher nessa idéia.
Depois de 5 anos, Ellen White cedeu à crítica e começou a mudar. O que ela dizia antes, ser uma VISÂO, passou a se referir como  "a TEORIA da Porta Fechada" e confessa que havia mudado de idéia !!!  --- mais tarde negou que tivesse tido uma visão a respeito.
Para não reconhecer o ERRO, dizia que a Porta Fechada era para os que não tinham aceitado a mensagem de Guilherme Miller em 1844. ---   ORA !!! a mensagem de Miller era intrincicamente FALSA !

Aquela deveria ter sido a "gota final" onde deveriam ter banido a profetisa FALSA da Igreja Adventista, mas um marido sabidamente dominado pela mulher (Jame/Tiago White) que foi 3 vezes Presidente da Conferência Geral, fez 'vista grossa' às bobeiras inventadas pela mulher.

Quando Tiago White morreu em 1880, no ano seguinte Ellen White foi desterrada para a Austrália contra a sua vontade, (manifestação em cartas preservadas) e só foi "ressuscitada" como profetisa por um Diretor de Publicações chamado Francis M. Wilcox, num livro publicado em 1932, onde insinua o título divino, "Espírito de Profecia" !

A carta ao Comandante Bates, dizer que Tiago White se opunha à crença da "Porta Fechada"  É ESCLARECEDORA !
Tiago White, 20 anos após 1844 editou um livro em defesa de Guilherme Miller e do seu movimento.   --- significa que ele não se oporia a simples idéia de que a oportunidade havia passado para os que não aderiram ao movimento milerita.

(aguarde, que vamos documentar as afirmações acima)




Veja a enrolação de como a administração explica o fiasco da "Porta Fechada"
http://www.whiteestate.org/issues/shut-alw.html#  (em inglês)

http://centrowhite.org.br/perguntas/perguntas-sobre-ellen-g-white/os-documentos-referentes-a-porta-fechada/ 
(português)


 

                      
 

    


Faça o JOGO DOS 7 ERROS entre as 2 gravuras !
Uma é do livro original da Companhia Cassel, e a outra gravura aparece na primeira edição do O GRANDE CONFLITO
.  CLIQUE

A pergunta é: Você acredita na história que a gravura que aparece na primeira edição do livro
'O Grande Conflito' foi comprada, ou foi pirateada ???


As páginas foram copiadas na biblioteca da Conferência Geral em Washington, por Ennis Meier.
O livro da companhia Cassel, de Londres, foi tirado do cofre forte onde se encontram os livros da biblioteca particular de Ellen White !!!  (guardados como verdadeiros tezouros)


Mentiras a granel para salvar a profetisa do adventismo !
Por que o "VELTMAN REPORT", que custou 500 mil dólares e 8 anos de trabalho de uma equipe que chegou a ter 10 pessoas, trabalhando em colégio Adventistas, tudo sob a autorização e fiinanciamento da Conferência Geral, não acabou com a mentira chamada ELLEN WHITE, que se tornou endêmica na igreja Igreja Adventista ?  --- Resposta: Porque os administradores adventistas amam a mentira e o dinheiro !

É verdade que em 1982 o computador ainda era inexpressivo, e tiveram que ler toda a biblioteca particular de Ellen White para estabelecer os pontos em que foram copiados.
Hoje, com programas de computador, específicos para estabelecer PLÀGIO, teria sido trabalho de poucos meses !


Ellen White era profundamente desonesta e teimosa, a começar dos primeiros anos, quando pregava que a PORTA da GRAÇA HAVIA FECHADO !

A sua obstinação era tamanha, que até o marido James White não acreditava nessa mentira e não conseguia demove-la do erro.

Veja uma carta INCONTESTE e do Arquivo OFICIAL do WHITE ESTATE, enviada ao Comandante Bates, em que Ellen White afirma que teve uma VISÂO (do diabo, obviamente) confirmando o que teria sido o fim do tempo da graça em 1844.


http://www.adventistas.ws/cartaporta.htm
(documento Oficial do White Estate)

Nota: A tradução google é razoável e conveniente, mas o principal problema é que Ellen White escrevia mal mesmo !!!
(Transcrever/e traduzir, levaria 2 horas, e no google são 5 minutos)




Essa teria sido a primeira ou segunda visão de Ellen White (Ellen Harmon, por ainda ser solteira)
Você precisa conhecer o ambiente INFERNAL onde ocorreu essa visão, em reuniões dirigidas  por Israel Damon. Naquela mesma série de reuniões o pregador Damon foi preso e condenado como desordeiro
.
Documentos encontrados recentemente em arquivo de jornal da cidade, transcreve o Testemunho em Juizo de 34 Testemunhas que depuseram contra e a favor, no julgamento de Israel Damon, que estava preso em quarto de hotel da localidade, sendo condenado a uma pena de cerca de 15 dias, apenas.

Há referencias nos escritos de Ellen White sobre o incidente "Israel Damon", e a comparação com os Testemunhos em Juizo de 34 pessoas, (sob juramento) prova que a relidade de Ellen Harmon era mística, e ela via as coisas de forma exagerada e distorcida, sendo que ninguém confirmou a sua versão, no Tribunal do Condado.

Aguarde, vamos tratar sobre essas "reuniões estéricas
" de Isarel Damon, onde os seguidores James White e sua namorada Ellen Harmon, eram fiéis frequentadores. (Logo após o acampamento milerita ter debandado)


 

 
Há provas torrenciais, que até um menino de 10 anos pode constatar, ser uma deslavada mentira a compra de originais da companhia inglesa CASSEL, editora do livro em que se acusa Ellen White ter plagiado grande parte do texto, e a fráude numa gravura.

No que se refere ao plágio do texto, basta uma leitura comparativa.

A falsificação da obra de arte gráfica, na época muito valiosa para a incipiente indústria gráfica.
A grosseira imitação tem proporções diferentes, e detalhes inconfundíveis, em se constata uma simples falsificação da obra de arte, em má qualidade !
A cópia evoca a falta de escrúpulo na principal obra da profetisa do adventismo, onde ela falsifica uma obra de arte e muda o nome do artista.

Há fortes indícios que a Companhia Cassel ameaçou processar o autor do livro "O Grande Conflito" (Ellen White)  e a questão teria sido resolvida num acordo, com a compra de 1000 exemplares do livro plagiado.
Com o acordo, se evitava uma longa demanda judicial, e em grande parte compensaria o dano sofrido à compahia Cassel, e acabava mascarando a fráude.

(Agurde vamos mostrar essas provas)
 

 
A enrolação sobre uma gravura pirateada que apareceu na primeira edição do livro O GRANDE CONFLITO. 
 

Extraido da página oficial do Centro White:
http://centrowhite.org.br/perguntas/perguntas-sobre-ellen-g-white/a-verdade-sobre-the-white-lie-a-mentira-branca/
 

E quanto às ilustrações da obra de Wylie, History of Protestantism, que a Pacific  Press publicou sem dar crédito à Companhia Cassell?



E quanto às ilustrações da obra de Wylie, History of Protestantism, que a Pacific Press publicou sem dar crédito à Companhia Cassell?24

Este é um caso em que The White Lie recicla uma acusação feita na década de 1930 pelo ex-adventista E. S. Ballenger em seu periódico, The Gathering Call.25 Na época, a acusação foi sepultada ao se salientar que W. C. White trocou extensa correspondência com a companhia britânica Cassell, Petter e Galpin, a fim de adquirir os direitos autorais das ilustrações em questão. Uma carta escrita para Henry Scott em 7 de abril de 1886 mostra o típico cuidado de W. C. White com relação a esse assunto. Ele aconselhou Scott, que estava publicando literatura adventista na Austrália, a entrar em contato com o agente da Companhia Cassell em Melbourne, a fim de comprar os direitos das ilustrações pertencentes àquela companhia. “Quando se coloca os créditos de onde as ilustrações foram tiradas, como tem sido feito pela Present Truth (o periódico adventista britânico), eles dão um desconto de 40%”. No entanto, ele continuou dizendo, “Eu não gosto da ideia de prometer colocar crédito em cada figura.” Fica claro, dessa forma, que ele era a favor da compra definitiva dos direitos autorais das ilustrações. Embora todos os registros das negociações da Pacific Press com os editores tenham sido destruídos pelo incêndio de 1906, eles certamente estavam dentro dos seus direitos se seguiram a preferência de W. C. White a respeito desse assunto. Não podemos chegar a conclusão alguma partindo do fato de que as iniciais do artista aparecem em algumas ilustrações da obra de Wyllie e não constarem no livro O Grande Conflito, porque não sabemos de que maneira a Pacific Press recebeu as gravuras da Companhia Cassel. É perfeitamente possível que a Companhia tenha removido as iniciais do artista em razão de algum acordo prévio com o próprio artista antes do envio do material à Pacific Press.26





 
A Igreja Adventista investiu toda a sua credibilidade numa profetisa FALSA !
Agora já ensaia os primeiros passos para uma retirada honrosa, tratando Ellen White como simples "escritora americana".

Um passo em falso do começo do século 20 e outro muito pior em 1980 ao mudar o Deus único da Bíblia, para o Trindade Católica.


 
"Fusos horários, uma cilada de satanás para sabotar o sábado" !!!

Ellen White ao chegar na Austrália depois de 1 mês de viagem, deve ter se surpreendido ao saber qual era o dia da semana !

Só então Ellen White descobriu a besteira que havia escrito no Testemunho para a Igreja, Vol.5 pg.67


           Testemunhos Para a Igreja Vol.5 pg. 67
                     


 
  Ellen White --- uma profetisa incompatível com a era da Internet !
Lá pelo ano de 1960, tentando resolver um problema industrial, escreví para mais de 60 firmas americanas procurando uma determinada liga metálica.
Hoje, no "google.com" teria esclarecido o mesmo problema em 5 minutos.

Havia uma época em que o Adventistas conseguiam "vender" a sua profetisa, mas hoje com o acesso à informação disponível, essa comercialização chegou ao fim.

Digo "vender", porque desde os dias da profetisa, tudo era vendido !

Nunca soube de alguma profissão exercida por James White, (marido de Ellen White) além de imprimir e sair pelas igrejas vendendo o que sua mulher escrevia.

As 2 mil visões que alegam que a profetisa teve, foi para satisfazer a demanda das vendas.

Grande parte dos 'Primeiros Escritos' são impublicáveis, tanta bobagem que a profetisa escreveu.

Mesmo na parte que se encontra publicada, aqui e alí se observa um disparate !

Alguém por em dúvida os seus "TESTEMUNHOS", ela logo fazia lembrar, Arão, Coré e Abirão, engolidos pela terra, como castigo de Deus.

Antes da chegada da Internet, anda dava para esconder a crassa ignorância da profetisa do adventismo, mas hoje é impossível !



 

 
William C. White era filho de Ellen White e foi seu secretário particular por várias décadas. Era pastor da Igreja Adventista e foi diretor do White Estate até o dia anterior a sua morte, em Takoma Park em 1937. (10 Km de onde hoje está situada a Conferência Geral)

Ellen White era enigmática e nem as pessoas íntimas sabiam muito sobre o seu pensamento.

Ennis Meier já tinha uma informação prévia da existência dessa carta (cópia carbono com assinatura original)  e foi especificamente ao White Estate a procura dela.
Ennis, foi introduzido numa sala onde não havia ninguém, diante de um móvel de madeira, com um grande número de gavetas, e pastas com uma infinidade de cópias carbono de cartas, que eram respostas a indagações.
Depois de um bom tempo chegou à cópia que desejava, e você pode ter acesso a ela.

Esse documento é sumamente importante, pois revela que a idéia de que o Espírito Santo é uma pessoa, não era compartilhada com as pessoas mais íntimas da profetisa do adventismo.

Se o Espírito Santo fosse uma pessoa, o "pecado contra o Espírito Santo" seria uma prova que uma das pessoas da suposta Trindade, não aceita o sacrifício de Cristo para perdão de todos os pecados que são cometidos debaixo do sol.  --- Uma prova cabal contra o mito da suposta igualdade !!!


VEJA: http://www.alvorada.us/cartawilliams.htm


 


 

 

 

Última página publicada    CLIQUE